Avalie o site

Pastores não enxergam Bolsonaro como uma má pessoa

News3

Enquanto os movimentos contra o candidato à Presidência da República  Jair Bolsonaro (PSL) crescem pelo país, cada vez mais líderes evangélicos declaram apoio a ele, como é o caso do apóstolo César Augusto, da Igreja Fonte da Vida. 

Na visão do religioso, Bolsonaro não é o monstro que pintam. “Muitos que acham que Bolsonaro seria um monstro estão vendo que ele não é. Pelo contrário, a monstruosidade tentou destrui-lo e isso mostrou a humanidade que Bolsonaro tem”, disse o apóstolo ao jornal Folha de São Paulo.

Questionado sobre a defesa do candidato pela liberação do porte de arma, e as declarações favoráveis à tortura e pena de morte feitas por Bolsonaro, que seriam valores conflitantes com a fé cristã. O pastor respondeu que não existe candidato perfeito e listou os motivos para não apoiar nomes da esquerda política.

“Ninguém é perfeito. A esquerda se posiciona a favor do aborto, da ideologia de gênero; os candidatos de esquerda apoiam o kit gay a tudo isso nós evangélicos somos totalmente contra”, declarou.

O apóstolo César Augusto também comentou sobre a recente decisão do Supremo Tribunal Federal de cassar o mandato de dois deputados ligados à uma igreja evangélica. Ele, como líder religioso, respeita a Justiça e não pede votos dentro da igreja, mas como cidadão, em suas redes, ele se manifesta politicamente e não vê problemas no ato.

“Sou um cidadão brasileiro, envolvo-me com as questões do país, tenho responsabilidade com as pessoas que me admiram e gostam daquilo que falo”, disse. Para ler a entrevista completa acesse aqui.

Compartilhe:

Deixe seu comentário