Marcha para Jesus reúne milhares de fiéis em São Paulo

News3

Evento teve início na estação Luz, mas algumas pessoas tiveram dificuldade de chegar por interdição no trecho entre Paulista e Fradique Coutinho

As ruas da zona norte de São Paulo ficaram tomadas por milhares de fiéis que participaram da 25ª edição da Marcha para Jesus nesta quinta-feira (15). A caminhada teve início na estação do Luz do Metrô às 10h, mas algumas pessoas tiveram dificuldade de chegar ao local por conta da interdição do trecho entre as estações Paulista e Fradique Coutinho, da Linha 4-Amarela, do Metrô.

Segundo a ViaQuatro, concessionária que opera a linha Amarela, a paralisação foi necessária por conta das obras da futura estação Oscar Freire. Quem precisava fazer o trajeto tinha de sair da estação para pegar ônibus do sistema Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência). Filas de fiéis para a Marcha para Jesus e outros moradores da cidade se formaram nos pontos.

O evento gospel é liderado pela Igreja Renascer em Cristo. O tema da marcha este ano era “Eu achei meu Rei”, e a multidão seguiu da estação da luz em direção à Praça Heróis da FEB (Força Expedicionária Brasileira) ao lado de oito trios elétricos.

De acordo com a organização, mais de seis mil caravanas, de Estados como Rio de Janeiro, Bahia, Piauí, Santa Catarina, Minas Gerais, Amazonas, Rondônia, Goiás, Rio Grande do Norte, Paraná e Rio Grande do Sul marcaram presença na manifestação.

Marcha para Jesus reuniu milhares de fieis em São Paulo, incluindo moradores de outros Estados do Brasil. Foto: Divulgação 15.06.2017

Além da Igreja Renascer, participaram também comunidades evangélicas como Evangelho Quadrangular, Mundial do Poder de Deus, Igreja Bola de Neve, Metodistas, Presbiterianas, Universal do Reino de Deus e Deus É Amor.

Pastor evangélico, o senador Magno Malta este presente na Marcha para Jesus e afirmou que “a solução para todas as questões (do País) está em Jesus Cristo, “Nós marchamos pela família, pela nossa nação... Marchamos para que haja um mover de cura, salvação e libertação da nação brasileira, que tem enfrentado uma das maiores crises de sua história.”

Fonte: Último Segundo - iG 

Compartilhe: